• Em Destaque

    Arqueologia X Paleontologia

    Diferenças básicas entre Arqueologia e Paleontologia

    Foto: G1
    Enquanto o objetivo principal da Arqueologia é o estudo da humanidade, desde suas origens enquanto o gênero Homo, a Paleontologia objetiva estudar as outras espécies.
    A Arqueologia, (apesar de sua enorme interdisciplinaridade com as ciências da terras, ciências biológicas, ciências sociais, e exatas) é classificada, genericamente, como uma ciência humana, ou ciência social, pois seu objetivo é o estudo da humanidade e suas sociedades. Os estudos de Arqueologia acabam por contribuir com outras ciências, eventualmente, mas principalmente com o estudo da humanidade mesmo.
    Já a Paleontologia é uma fusão entre as ciências da terra e as ciências biológicas. Apesar dos métodos da Paleontologia estarem muito mais relacionados aos métodos geocientíficos, para atingir seu objetivo final são necessárias aplicações de métodos biocientíficos. Além disso, ela contribui de maneira multidisciplinar para ambas as ciências, principalmente no que se refere à história do planeta Terra e à evolução das espécies.
    Os vestígios analisados pela Arqueologia vão desde ossos (as vezes até fósseis) humanos ou animais (desde que relacionados às atividades humanas), sepultamentos, instrumentos de pedra polida e lascada, utensílios cerâmicos, artefatos de madeira (raramente preservados), estruturas de fogueira, representações rupestres, estruturas de moradia (naturais ou construídas), vestígios botânicos (desde que relacionados às atividades humanas), artefatos históricos de qualquer lugar ou período… enfim, qualquer coisa relacionada à existência da humanidade em qualquer lugar, em qualquer período. Isto requer uma gama de interdisciplinaridade gigantesca com todas as áreas da ciência.
    Os vestígios analisados pela Paleontologia se resumem basicamente nos fósseis, pois é um dos únicos tipos de vestígio de ser vivo que se preserva por milhões de anos. Em períodos mais recentes é possível estudar ossos que continuam preservados sem passar por processos de fossilização (no caso dos animais), ou até mesmo o pólen e os amidos que se preservam razoavelmente bem no sedimento (no caso das plantas).


    E os Dinossauros?


    Reconstituição de Tiranossauro rex. Fonte: Estatuas Limited Edition.

    Até aqui já deve ter ficado claro que a Paleontologia é muito mais do que simplesmente estudar os dinossauros. Quem estudas os dinossauros são os paleontólogos especializados na Era Mezosóica (que durou entre cerca de 200 milhões e 65 milhões de anos atrás – quando houve a grande extinção dos dinossauros), e até mesmo eles precisam entender mais do que apenas os dinossauros, estendendo sua gama de conhecimento à geologia destes períodos e a diversidade zoológica e botânica existentes também nestes períodos.

    É possível unir a Paleontologia com a Arqueologia? 
    Com certeza!
    Em sítios arqueológicos é comum a presença de restos alimentares constituídos de fauna pré-histórica. Nestes casos, não é necessário um estudo paleontológico, mas um estudo zooarqueológico. A zooarqueologia é uma sub-área da arqueologia preocupada em compreender a relação da humanidade com as espécies animais. Há também a arqueobotânica, que busca compreender a relação da humanidade com os vegetais.
    File:Smilodon Skeleton.jpg
    Esqueleto de Tigre Dentes de Sabre (Gênero Smilodon). Fonte: Wikimedia.
    No entanto, para que haja uma compreensão completa da fauna e da flora de uma região, não bastam os estudos zooarqueológicos e arqueobotânicos. São necessários também estudos paleontológicos, os quais são realizados em áreas onde não existem, necessariamente, vestígios arqueológicos. No Brasil, por exemplo, são raríssimos os vestígios que comprovem qualquer tipo de interação da humanidade com a extinta megafauna (grandes mamíferos, como: tigre-dente-de-sabre, preguiça gigante, tatus gigantes, mamute, mastodonte, etc). Apenas graças a Paleontologia é possível saber que, até cerca de 10 mil anos atrás estas espécies viveram nos mesmos ambientes que grupos humanos pré-históricos, e como eram os seus modos de vida.
    Outro exemplo muito bom da união da Arqueologia com a Paleontologia é a Paleoantropologia. Paleoantropologia é, a grosso modo, o estudo da evolução humana. Ou seja, é a disciplina responsável pelo estudos de vestígios fósseis e de artefatos de espécies ancestrais humanas.
    Reconstituição de diversos hominíneos já extintos. Fonte: The Olduvai Gorge.
    Fonte: Site arqueologiaeprehistoria.com / Por: João Carlos Moreno de Souza

    • Comente
    • Comente com Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Arqueologia X Paleontologia Rating: 5 Reviewed By: Bruno Angelim
    Topo