• Em Destaque

    Os 10 animais mais estranhos da pré-história

    1. Atopodentatus


    Esse réptil marinho viveu durante o Triássico na região ocupada hoje pela província de Yunnan, no sudoeste da China. Equipado com pernas curtas em relação ao corpo alongado, a espécie chama a atenção por sua boca com formato peculiar, de onde fileiras de dentes se projetavam para garantir a refeição.

    2. Nyctossauro


    Parente do Pteranodon, este animal voava sobre os mares rasos que ocupavam o meio oeste dos Estados Unidos no período Cretáceo. Entre os de sua família, o Nyctossauro se destaca no quesito estranheza pela enorme crista que se projetava a partir de seu crânio.


    3. Chalicotherium


    Este mamífero, que lembra o cruzamento de um cavalo com um gorila, vagava pela Europa, Ásia e África durante o Baixo Plioceno. Seus membros eram fortes e equipados com garras poderosas. Um detalhe: análises de fósseis sugerem aos cientistas que os membros dessa família se sentavam por longos períodos, provavelmente ao se alimentar, por causa de calosidades encontradas em suas traseiras.



    4. Longisquama


    Pouco se sabe sobre esse réptil, já que o único fóssil encontrado estava mal conservado. Ele viveu no Triássico, na região do atual Quirguistão, e sua característica mais notável são as longas estruturas que se projetavam a partir de seu corpo – um tipo de pena primitiva. Cientistas acreditam que o Longisquama seja um dos elos perdidos entre dinossauros e aves.



    5. Incisivossauro


    Apesar da grande presa que marcava a anatomia desse pequeno dinossauro, habitante do período Cretáceo, é provável que o Incisivossauro se alimentasse apenas de plantas,– esse tipo de dente, inclusive, era comum em muitas espécies herbívoras. Os fósseis do animal foram encontrados próximos à província chinesa de Liaoning.


    6. Helicoprion


    O que pode ser mais assustador que um tubarão? Um tubarão pré-histórico, sem dúvida. O Helicoprion foi um peixe cartilaginoso extinto durante o Triássico, e ganhou seu nome por causa da mandíbula serrilhada em formato espiral – a única parte do fóssil resgatada por paleontólogos. Pela análise dessa serra circular, os cientistas concluíram que o peixe se alimentava de carne.

    7. Therizinossauro



    Com até 5 metros de altura e 12 de comprimento, esse herbívoro bípede viveu na área atualmente ocupada pelo deserto de Gobi, na Mongólia. Sua principal característica eram as longas garras, que levaram os cientistas a pensarem inicialmente que o Therizinossauro se alimentava de outros animais.

    8. Henodus



    Esse réptil semelhante às tartarugas modernas media 1 metro de comprimento, com dois dentes de cada lado da boca e um bico no meio. Seu casco, no entanto, possuía um número muito maior de ossos que o das tartarugas. Fósseis de Henodus foram encontrados na Alemanha, e cientistas calculam que essa espécie tenha vivido no final do Triássico.

    9. Hatzegoptery



    Com envergadura estimada em 12 metros e dieta carnívora, esse pterossauro foi um dos mais assustadores a voar sobre a Terra. Seus restos foram encontrados numa região da Transilvânia, na Romênia. Ele provavelmente viveu durante o fim do Cretáceo, 66 milhões de anos atrás, quando apavorava animais menores, que lhe serviam de refeição

    10. Scansoriopteryx



    Apenas um fóssil desse pequeno dinossauro foi encontrado, na China, mas foi o suficiente para impressionar os cientistas com a estranha formação de suas garras. Apenas um dos dedos de seu esqueleto era alongado, provavelmente para ajudá-lo a escalar árvores.

    • Comente
    • Comente com Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Os 10 animais mais estranhos da pré-história Rating: 5 Reviewed By: Bruno Angelim
    Topo