• Em Destaque

    Artefatos históricos comprovam que uma raça extraterrestre viveu na Terra


    Aposto que quando você leu isso, sua reação foi uma das duas seguintes, ou quem sabe as duas: “Outra Farsa! ” – “Eu sabia! ”.

    Muita gente acredita que, mesmo que nosso universo tenha – comprovadamente – milhões de planetas em condições exatamente iguais as da Terra, nós estamos sozinhos no universo. Mesmo com um universo gigantesco e milhares de galáxias, as pessoas ainda acreditam que somente um planeta dentre bilhões e bilhões de outros conseguiu desenvolver a vida.

    Porém, ainda há aqueles que acreditam na vida fora da Terra e há alguns que não só creem nesta possibilidade, como também receiam que boa parte da vida humana tenha sido inserida aqui, por raças extraterrestres. Raças que teriam nos salvado de um planeta fadado a extinção, por exemplo.

    Ou seja, uma espécie de arca de Noé interestelar. E estas pessoas, por mais maluca que possa parecer sua teoria, agora tem um forte argumento a seu favor: As Pedras Dropa.


    Pedras Dropa: Os vestígios de uma raça extraterrestre

    Tudo começou lá no ano de 1938, quando um cientista e arqueólogo chinês chamado Chi Pu Tei estava realizando algumas escavações nas montanhas situadas entre o Tibete e a República Popular da China.

    Nestas escavações, que tinham como objetivo descobrir se, em algum momento da história, uma civilização havia se instalado ali, uma grande surpresa chegou até as mãos do arqueólogo: Um disco de pedra que media cerca de 24 centímetros, com um furo no centro.

    A princípio, a descoberta não era lá aquelas coisas e nem seria digna de nota em nenhum livro de história, então o Dr. Pu Tei não deu a devida atenção as suas pedras e continuou a busca por algo mais interessante.

    Mais alguns dias se passaram até o homem encontrou alguns corpos de seres humanos, baixos e cabeçudos, como se fossem anões de Senhor dos Anéis, mas que ainda eram seres humanos. Neles, outra descoberta: Mais discos de pedras.

    Foi então que Pu Tei resolveu averiguar mais profundamente os discos e, neles, descobriu um tipo completamente esquecido de escrita, semelhantes aos hieróglifos, que saiam do centro do disco e iam até as bordas, em forma de espiral.

    Na época não se tinha muitos recursos a mão e era, portanto, impossível descobrir o que estava escrito ali. Dessa forma, os discos foram guardados e muitos deles acabaram se perdendo ao longo da história.

    Mas, recentemente, alguns historiadores reencontraram os discos em um museu e resolveram interpretar o que significava os hieróglifos contidos nas pedras, foi então que veio a grande surpresa.


    A raça extraterrestre que viveu na Terra


    Depois de algum tempo de estudo, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a escrita contida nos discos revelava a história de um povo que havia vindo do espaço, em grandes pássaros de metal, que voam entre as estrelas (popularmente conhecidos como espaçonaves).

    Estes seres espaciais teriam chegado a Terra e seus grandes pássaros de metal voaram para nunca mais voltar, deixando ali os pequenos homens, os quais passaram a viver nas montanhas, sempre à espera de que um dia seriam resgatados.

    Algumas lendas da região contam que homens corajosos deixavam as montanhas e iam explorar o mundo, mas poucos voltavam, pois, os gigantes selvagens que habitavam cavernas matavam e prendiam os pequenos homens.

    Isso é, claramente, uma alusão aos seres humanos de estatura normal, que viviam como selvagens nas cavernas relativamente próximas as montanhas. Estes “gigantes” colocavam medo naqueles pequenos seres humanos e, por isso, poucos deles deixaram as montanhas.

    Fazendo com que a maior parte daquela raça definhasse ali, à espera da espaçonave que os levou até aquele local terrível, onde gigantes matavam e dominavam as terras.

    Estudos feitos nos discos não sabem apontar, exatamente, quantos anos eles têm e, muito menos, sabem dizer quantos anos as ossadas têm. Portanto, é impossível alegar se estes pequenos seres humanos chegaram antes ou depois dos demais seres humanos, de tamanho normal.

    Mas uma cosia é certa: Eles eram pequenos anões, temiam os “Gigantes das Cavernas” e alegavam com fé que haviam vindo do espaço, tanto que viveram e morreram de fome, no ponto mais alto que conheciam, esperando que o grande pássaro de ferro viesse resgatá-los do inferno que haviam lhes deixado.

    Fonte: Mundo Obscuro
    • Comente
    • Comente com Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Artefatos históricos comprovam que uma raça extraterrestre viveu na Terra Rating: 5 Reviewed By: Bruno Angelim
    Topo