• Em Destaque

    Canibalismo no paleolítico não era motivado só por fome


    Exposição em museu croata mostra reprodução de uma família de Neandertais (Nikola Solic/Reuters/VEJA)

    Os episódios de canibalismo no período paleolítico poderiam ter motivações sociais, não apenas ser uma necessidade de nutrientes, revelou um estudo publicado na revista Scientific Reports.

    Há evidências de canibalismo em diversos sítios arqueológicos, praticados por nossos ancestrais e outros hominídeos, como os neandertais. A motivação dessa prática ainda suscita debates. Seria consequência da fome ou teria outras causas?

    Para desvendar o mistério, pesquisadores da Universidade de Brighton, no Reino Unido, calcularam o valor energético do corpo humano. Assim, poderiam comparar o aproveitamento nutricional da carne de homens e de outros animais. De acordo com o estudo, o corpo de um adulto de 66 quilos tem 144 000 calorias — os rins, por exemplo, possuem 376 calorias, e o fígado, 128.

    Carne humana


    Os músculos esqueléticos humanos apresentam calorias similares às de outros animais de peso e tamanho parecidos, como o antílope saiga. A carne é menos calórica, no entanto, do que a de bichos maiores existente naquele período, como o mamute (3 600 000), o rinoceronte lanudo e algumas espécies de cervos.

    Para o autor da pesquisa, James Cole, o homem é um bicho relativamente pequeno e tem carne sem grande valor nutricional. Além disso, a opção pelo canibalismo é desafiadora, uma vez que hominídeos podem lutar, fugir e pensar. “Isto pode indicar que as razões que levavam à antropofagia entre hominídeos talvez não fossem puramente nutricionais”, afirma o estudo.

    Ao jornal britânico The Guardian, Cole afirmou que indivíduos podem ter sido devorados depois de morrer por causas naturais ou a antropofagia talvez esteja ligada a disputas territoriais.


    Fonte: Veja
    • Comente
    • Comente com Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Canibalismo no paleolítico não era motivado só por fome Rating: 5 Reviewed By: Bruno Angelim
    Topo