• Em Destaque

    Cientistas encontram restos humanos em fezes de grandes carnívoros pré-históricos

    Grandes carnívoros digeriram dentes humanos há 40 mil anos - HANDOUT / AFP
    CHARENTE, FRANÇA — Um grupo de arqueólogos descobriu que os dentes encontrados nas fezes de grandes carnívoros, entre 40 mil e 50 mil anos atrás, pertenciam a humanos. Até então, acreditava-se que pertenciam a gado ou a cervos. Os profissionais escavaram o sítio arqueológico de Pradelles, em Marillac-le-Franc. A partir da análise do material recolhido, publicaram o estudo na revista "Paleo".

    Esses dentes, segundo os pesquisadores, passaram pelo trato digestivo de grandes carnívoros. Por causa do ataque da acidez e das enzimas dos sucos gástricos, "esses dentes neandertalianos não se assemelhavam a dentes humanos, e por isso os pesquisadores os atribuíram ao gado ou cervo", explicou Bruno Maureille, paleontólogo e coautor do estudo.

    Para chegar à conclusão, a equipe estudou as mudanças morfológicas que os dentes sofrem desde a morte de seu dono. Os arqueólogos também foram capazes de definir uma série de critérios que facilitarão sua identificação no futuro.

    Fora o esmalte dental, que é a parte mais resistente do corpo humano, "o resto desapareceu totalmente durante o processo digestivo dos carnívoros", ressaltou o paleontólogo.

    "Pode haver dentes humanos parcialmente digeridos em todos os depósitos entre o início da História da linhagem humana e o fim da existência dos grandes carnívoros (como a hiena das cavernas) há ao menos 12 mil anos", acredita o diretor de pesquisa do CNRS.


    Paleontólogos escavam sítio de Pradelles, na França - HANDOUT / AFP
    A descoberta pode levar ao aumento do número de fósseis humanos, dos quais pesquisadores tanto sentem falta.

    O sítio arqueológico de onde vieram os dentes estudados é "único, muito especializado", porque servia apenas como "açougue" para os neandertais que não moravam lá. Os homens se reuniam no local para fazer os cortes de carne.

    "Os homens traziam as carcaças de renas para tratá-las e extrair um máximo de recursos", diz o arqueólogo que pesquisou o sítio por mais de dez anos.

    Mas as renas não eram as únicas a passar pelo corte neste local. A equipe supõe que os neandertais tenham trazido "alguns de seus contemporâneos a este depósito para cortá-los". Então, por acaso, se "os homens canibais não comiam tudo, os carnívoros chegavam e se aproveitavam do que os homens deixavam", explica o pesquisador.

    "Foram encontrados no sítio arqueológico mais de quinze dentes digeridos", explica Bruno Maureille.


    Fonte: O Globo
    • Comente
    • Comente com Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Cientistas encontram restos humanos em fezes de grandes carnívoros pré-históricos Rating: 5 Reviewed By: Matteo Peixoto
    Topo